Você se vê fazendo mil e uma tarefas e no final parece que não concluiu nada e não teve nenhum benefício? Você deixa de fazer algo por medo de não dar certo, por não querer falhar, ou vergonha do que os outros vão achar? Ou você sempre adia aquilo que precisa ser feito para fazer uma atividade que não tem prioridade? Ou as suas ideias permanecem no papel e nada de ação?

Quer sair dessa situação? Veja sexta, no Globo Reporter! Hahahahah, mentira. É aqui no Saindo da Zona mesmo.

Se tem uma coisa que eu escuto no dia a dia com meus clientes de Coaching é a tal da palavra “procrastinação”. Procrastinar é aquela enrolação sem limite, é demorar horrores para realizar uma atividade, é se dispor a fazer algo e não finalizar por ficar em delongas. Ou se dispõe a fazer 1000 atividades e tem tanta tarefa para realizar que praticamente não consegue concluir nenhuma.

As coisas que são importantes de se fazer parece que nunca são prioridades. Sempre tem uma corrida no parque, a Netflix que lançou a temporada nova, o(a) namorado(a) que disse que vai pagar o cinema da semana, ou os brothers que chamam para a cerveja/festa/churrasco/jantarzinho/n possibilidades …

O que acontece é que depois de um período de tempo esse tipo de atitude começa a ter um preço. A pessoa começa a perceber que gastou parte do tempo fazendo atividades que podemos chamar aqui de “secundárias” e deixou de focar no que realmente é necessário para conquistar o que seriam seus sonhos. A notícia boa é que existe formas de começarmos a nos livrar da atitude de procrastinar…

5 dicas para sair da procrastinação

1. Gerencie o seu tempo / Faça listas

Faça uma lista de tarefas e crie prazos para executar as suas atividades.

Uma coisa que me ajudou muito foi planejar na sexta-feira as minhas atividades da semana seguinte. Como eu já estou terminando a semana, eu sei o que ficou pendente para a próxima. Se for uma tarefa muito grande a ser executada, eu divido em “subtarefas” e vou distribuindo durante os dias seguintes. Assim eu tenho um visão ampla de como devo me organizar para ter tempo hábil e concluir tudo o que tenho que fazer, além de aumentar a qualidade do meu trabalho e evitar estresse.

2. Seja realista

Pensando no exemplo acima, também não adianta você colocar a vida para ser concluída em uma semana ou dias. Seja realista quando for organizar seu tempo, estabeleça metas que são possíveis de serem realizadas no tempo que você está determinando. Entenda que um dos problemas da procrastinação é criar objetivos que não são alcançáveis.

Tem que entregar um relatório daqui 7 dias? Primeiro pense quanto tempo do seu dia você tem condições reais de se dedicar a fazer o relatório. Vamos supor que seja 1 hora por dia. Então qual o melhor horário do seu dia para se dedicar durante essa 1 hora? De manhã, tarde ou noite? Sendo mais específico, será das 10h00 às 11h00 ou das 20h00 às 21h00?

CUIDADO! Muitos podem estabelecer um prazo ilusório (pequeno demais) com a intenção de ter maior tempo para fazer outras coisas. Ou criam um prazo muito maior e não consegue dar conta por ter outras atividades pendentes. Seja sincero e honesto com você mesmo!

3. Seja comprometido(a)

Se você está na zona da procrastinação, uma grande dificuldade que deve ter é estar comprometido(a) a realizar as suas tarefas.

Uma sugestão é criar uma lista com itens à executar no prazo de 7 dias. Cole essa lista em um local que fique visível e que tenha fácil acesso. Se você preferir, marque em seu calendário do celular as principais tarefas e seus respectivos horários e coloque um aviso de alerta para você ser lembrado.

Existem diversos aplicativos que são focados em organizar o dia a dia e ser mais produtivo, por exemplo o Evernote. Eu particularmente gosto de anotar tudo na minha agenda do celular ou a impressa, esse foi o método que melhor funcionou para mim. Pesquise sobre métodos de organização e vá testando até encontrar o que se adequa melhor para você.

Aqui tem outro ponto importante! Se a sua dificuldade em estar comprometido é muito grande, então compartilhe essa sua rotina com um amigo(a), diga a essas pessoas o que você precisa executar e se comprometa a mostrar a elas quando a tarefa estiver pronta. Se necessário, peça para que essas pessoas o alertem quando você estiver procrastinando.

4. Priorize!

Priorize as atividades que realmente vão fazer diferença na sua vida. Pense no seu propósito de vida, nos seus compromissos de curto, médio e longo prazo e avalie quais tarefas vão fazer você caminhar em direção ao seu caminho.

Por exemplo, você tem uma tarefa muito importante que precisa ser priorizada. É possível dedicar a parte da manhã para essa tarefa e a parte da tarde fica disponível para as tarefas menores?

Se sim, sem grande pressão, execute o máximo que você puder nesse período de tempo que foi dedicado a tarefa priorizada. Eu tenho essa estratégia muito bem aplicada no meu dia a dia. Constantemente tenho alguns projetos que precisam de prioridade, então eu costumo dedicar o período da manhã todo para executar atividades desses projetos. Como eu disse lá na Dica 1, além de selecionar o período da manhã, eu estabeleço uma lista de atividades para cada dia e um prazo final de entrega.

5. Tenha estratégias para os obstáculos

Aqui podemos incluir diversos itens. Facebook, Twitter, Youtube, televisão, celular, convite de amigos, cansaço, preguiça… Você conhece o seu dia a dia e sabe quais são os principais obstáculos que podem aparecer e colaborar para a sua procrastinação.

Faça uma lista de todos os itens que podem te atrapalhar na hora de começar a executar as suas tarefas. Se prepare com antecedência, e já esteja consciente de que essas atividades podem tirar o seu foco. Crie estratégias para cada um desses obstáculos. O que você irá fazer para executar suas atividades caso se sinta cansado? Como irá fazer? Por quanto tempo?

Eu tenho o costume de me distrair com Youtube. Estou trabalhando e cada 30 minutos faço uma pausa, para isso entro no Youtube e vou assistir algo rápido só para distrair a cabeça. Quando eu vou ver já estou no 5º vídeo seguido. O que eu faço então é uma cobrança interna, lembro que isso é algo que me atrapalha e que eu preciso dominar essa situação. 90% das vezes dá certo, é a tal da vergonha na cara!

Então, finalizando.. Primeiro você deve gerenciar o seu tempo e determinar prazos para realizar as suas tarefas. Depois estabelecer ações realistas, que você consiga realmente colocar em prática e em um tempo viável. Em seguida criar comprometimento com suas atividades, aqui vale até contar com as cobranças dos amigos. Priorizar as atividades que realmente vão fazer diferença na sua vida. E, por último, saber quais são os principais obstáculos que podem aparecer e colaborar para a sua procrastinação e estabelecer estratégias para driblar essas situações.

Essas técnicas deram muito certo pra mim, mas eu sei que as pessoas funcionam de modo diferentes. Se você aplicar alguma delas e não funcionar muito bem, faça uma pesquisa em livros, blogs ou vídeos e aumente o seu repertório para encontrar algo semelhante e que você pode se adaptar melhor.

Compartilhe comigo quais são as estratégias que você usa para sair da procrastinação. Deixe seu comentário abaixo.. 😉